Pesquisar este blog

domingo, março 29, 2009

Marasmo

Meus lábios balbuciam;
Meu coração acelera;
Minha mente gira!
.
Não estou embriaga;
Não tomei bebida forte;
Estou no delírio da paixão.
.

Na mão de Deus

Na mão de Deus, na sua mão direita,
Descansou afinal meu coração.
Do palácio encantado da Ilusão
Desci a passo e passo a escada estreita.

Como as flores mortais, com que se enfeita
A ignorância infantil, despôjo vão,
Depus do Ideal e da Paixão
A forma transitória e imperfeita.

Como criança, em lôbrega jornada,
Que a mãe leva ao colo agasalhada
E atravessa, sorrindo vagamente,

Selvas, mares, areias do deserto...
Dorme o teu sono, coração liberto,
Dorme na mão de Deus eternamente!

Antero de Quental

sábado, março 28, 2009

Parque da Luz - outono






Anderson e eu fizemos um passeio no parque da luz em seguida fomos na casa da língua portuguêsa. Foi um domingo agradável. Compartilhamos muitos assuntos.

sexta-feira, março 27, 2009

Presentes de NATAL

BLEM BLEM BELÉM!
Hora de abrir os presentes
Tem presentes a todos
Não precisa empurrões
Ao pegar seu pacotinho
Seu presente ai está.

BLEM BLEM BELEM
Hora da acreditação
Não precisa ter pressa
Observe os papeis e laços
Sinta o seu presente
Realize seus pedidos.

BLEM BLEM BELÉM
Hora dos agradecimentos
Recebestes conforme tocastes
Expresse sua felicidade
Bem vindas sejam as emoções
Da arte do tocar o presente.

Circule seu presente
Desfaça os laços
Assegure as fitas aos nós
Solte as fitas ao ar
Dance nas feiras semanais
Leva seu presente ao futuro.
.

terça-feira, março 24, 2009

Deus!

Obrigada por ouvir-me
Quando não sei mais o que falo; e
Em murmúrios ofereço minhas lágrimas
Jamais me manda calar.

Meu coração está parado
O tempo está estagnado
Espero somente sua ação
Não controlo nada.

Tens a chave do futuro
Abra-me a melhor porta
Desenhe os meus planos
Elabore os meus sonhos.
.

Morte

Ah! Quem me dera
Acordares.

Buscaria deste local gélido
Doaria meu sangue.

Friccionaria teu coração.
Aqueceria teu corpo.

Sopraria suas narinas
Doaria meu fôlego.

Untaria seus olhos
Na pontinha dos dedos.

Hidrataria sua boca
De meus lábios molhados.

Envolveria teu corpo
Nos ungüentos sagrados.

Enxugaria tua pele
Com meus cabelos anelados.

Comprimiria seus pés
Com as minhas mãos.

Deitaria ao seu lado
Escutaria seus mistérios.

Leria meus rascunhos
Escritos a você.

Retomaríamos nossos sonhos
Sairíamos a executar.

Como nada disso é possível
Convido a saudade a se retirar.

.

segunda-feira, março 23, 2009

Gosto quando te calas

Gosto quando te calas porque estás como ausente,
e me ouves de longe, minha voz não te toca.
Parece que os olhos tivessem de ti voado
e parece que um beijo te fechara a boca.

Como todas as coisas estão cheias da minha alma
emerge das coisas, cheia da minha alma.
Borboleta de sonho, pareces com minha alma,
e te pareces com a palavra melancolia.

Gosto de ti quando calas e estás como distante.
E estás como que te queixando, borboleta em arrulho.
E me ouves de longe, e a minha voz não te alcança:
Deixa-me que me cale com o silêncio teu.

Deixa-me que te fale também com o teu silêncio
claro como uma lâmpada, simples como um anel.
És como a noite, calada e constelada.
Teu silêncio é de estrela, tão longínquo e singelo.

Gosto de ti quando calas porque estás como ausente.
Distante e dolorosa como se tivesses morrido.
Uma palavra então, um sorriso bastam.
E eu estou alegre, alegre de que não seja verdade.
.
Pablo Neruda

sábado, março 21, 2009

O outro lado

Contam que ela não conhece o mundo do lado de lá. Ele é narrado pelos freqüentadores conhecidos do castelo. Todos vão e vem narrando suas histórias; que ela ouve atentamente. Ela se entusiasma a conhecer o outro lado. Para isso deve seguir o caminho das Princesas. Um cavalheiro deve ser introduzido. Não se tem outra conversa no castelo. Quem será o cavalheiro que vira?
.
.

sexta-feira, março 20, 2009

Medos Privados em Lugares Públicos


COEURS. (França, 2006). De Alain Resnais.
Sem preconceito o diretor traz questões de relacionamentos difíceis, infelizes e a busca frenética em encontrar o amor-par. Mostra a dificuldade de alguns ao realizarem suas escolhas e a maior dificuldade em libertar-se da escolha mal feita; fica explicito que a maior dificuldade é tomar decisões em deixar um parceiro que não mais se soma; não mais se amam. O filme discute o lugar espaço onde moramos onde compartilhamos nossos medos e sonhos; e algumas decisões tomadas por pessoas que compartilham com outro suas vidas; mas de forma tão insignificantes que não se somam. Vale a pena conferir.

LIBERDADE DA RAZÃO

Pensar já não adianta
Minha mente cansou
Pensa em círculos; não muda
Esta rodando como um CD riscado.

Quero libertar-me do pensar
Estacionar minha mente repetitiva
Soltar-me dos pensamentos
Deixar meu corpo ir sem pensar.

Gritar! Liberdade; a liberdade
Fluir como o próprio mar
Que meu limite seja meu próprio limite
Ignorar este mundo asneiro.

Loucos; loucos são esses passantes
Loucos por suas verdades
Mentem até seus amores
Amores brutais desleais.

Ilusionistas; sonâmbulos
Não acordam ao pôr do sol
Caminham impregnados
Impregnados por suas verdades.

Verdades; mentiras bem contadas
Amores prisioneiros delirantes
Maldito o fruto desses ventres
Espalhados contaminando a Terra.

Dissociados; delirantes da razão
Razão da mentira re-contada
Cantam com lágrimas aos olhos
A triste miséria vivida.


LaLuSol

quinta-feira, março 19, 2009

O amor

Magritt

segunda-feira, março 16, 2009

Transparência

O sol está brilhando
Os passarinhos voam;
Ora um ora outro; ora todos.
Sinto o cheiro das rosas
Posso tocá-las acariciá-las.
O vento passa lentamente
Fazendo as rosas dançarem.
Ouço brincadeiras de Amor.

Descalça na grama
Caminho massageando meus pés.
Dou liberdade ao tempo
Que paulatinamente vai se indo.
Minha memória está repleta
Da última imagem guardada.
Não sei diferenciar sonho da realidade.
Sei que estou aqui ouvindo uma melodia.
.

domingo, março 15, 2009

Quem Quer Ser um Milionário?

Jamal K. Malik é um jovem que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing. Sua infância foi difícil, tendo que fugir da miséria e violência para conseguir chegar ao emprego atual. Um dia ele se inscreve no popular programa de TV "Quem Quer Ser um Milionário?". Inicialmente desacreditado, ele encontra em fatos de sua vida as respostas das perguntas feitas.
.

sábado, março 14, 2009

Lucidez da indecisão

Lentamente abro meus olhos. Fixo meu olhar.
Vejo-te, ouço seu som; emito minha voz.
Teu olhar, meu olhar se permitem.
A pavorosa solidão se esvai aos poucos.
Ouço sua declaração.
O que queres; não sei ao certo. Não sabes ao certo.
Sei que queres o querer. O que não sei.

Sei bem o meu querer.
Sentimos; o que sentimos; permitimos o sentimento.
Aonde sentes, se é que sentes; o que sentimos.
Sinto. A solidão que ficou. A moeda ao ar.
O chão se afastando; a moeda caindo.
Bem me quer, mau me quer; bem...
O pavor arranha meu sentimento. Lucidez.
Guardo a chave do sentimento
Fecho a janela da alma
Vivo, viverei sem a pavorosa indecisão
Do chão se afastando...
.

terça-feira, março 10, 2009

A vermelha


A rosa
Rosa vermelha
Decora meu lar
Enfeita minha alma
Simboliza minha existência
Traz a memória meus amores
Aquece o leito dos que se foram

.

segunda-feira, março 09, 2009

O leitor

O filme chama atenção ao amor adolescente, o encantamento pela leitura, a vergonha, o egoismo, a submissão às autoridades, o nazismo.
Visto pela primeira nos leva a muitos questionamentos, a segunda nos leva a se posicionar frente aos questionamentos.
.

domingo, março 08, 2009

Parabéns a nós mulheres

Parabéns!
Mulheres crianças
Mulheres jovens
Mulheres adultas
Mulheres idosas.

Parabéns!
Mulheres estéreis
Mulheres grávidas
Mulheres mães
Mulheres educadoras.

Parabéns!
Mulheres amantes
Mulheres divorciadas
Mulheres casadas
Mulheres viúvas.

Parabéns!
Mulheres domésticas
Mulheres executivas
Mulheres circenses
Mulheres poetas.


Parabéns!
Mulheres silenciosas
Mulheres tagarelas
Mulheres observadoras
Mulheres criadoras.

Parabéns!
Mulheres contorcistas
Mulheres criadoras
Mulheres da paz
Mulheres do Mundo.
.

O ELEITO

Degas

Assentarás no meu coração.
Guarde; a Aliança, o Amor, a Fidelidade
Reinarás eternamente.
Delineias nossos dias.
Levanto minha voz
Declaro por três vezes:
Este é o Escolhido
Possui a chave dos meus sonhos.
Selamos Aliança.
Nossos dias passarão como a sombra.
Tragam os instrumentos...
Valsemos
.

sexta-feira, março 06, 2009

quinta-feira, março 05, 2009

Amanhã

...que o dia de amanhã seja único...
que teu olhar seja diferente, o teu tocar,
o teu falar e o teu sorrir...
...teu olhar envolto de calor,
possa contagiar aqueles em teu redor...
teu tocar de esperança, encoraje os temerosos...
...teu falar de mansidão,
penetre os corações endurecidos...
teu sorrir trará alegria e mansidão aos que de carinho necessitam...
...porque amanhã é único...
.
Se pensarmos assim no nosso amanhã; teremos um hoje diferente.

terça-feira, março 03, 2009

segunda-feira, março 02, 2009

Dia especial


Nasci na hora do pôr do Sol.
Deixo uma imagem para relembrar.
Hoje presenteio-me com
a TRANSPARÊNCIA DO SOL

domingo, março 01, 2009

Para apreciar

Marcel Duchamp
Young Man and Girl in Spring, 1911