Pesquisar este blog

quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Aniversário

Vejo o tempo caminhando; às vezes não o percebo os fatos indicam. Mês passado; partilhava com meu pai alguns conflitos, hoje quando chego a seu quarto está tudo diferente; ele já foi dormir. Com ele dormem tantos outros que cruzaram minha vida; contínuo amando-os embora só os veja em fotografias. A mulher enérgica que me lia histórias; dormia ao céu aberto esperando uma estrela cadente hoje tem dificuldade em enxergar assim digo-lhe se alguma estrela cair.

Nossas casinhas tornaram-se casas com as bonecas enfeitando os berços das crianças; que também não brincam, pois o tempo os alcançou. As amigas que viajávamos juntas; algumas seguiram caminho com seus amores deixando nossa terra para pisar em outras. Outras desfizeram os laços; continuo assim, faço laços, desfaço e refaço e desfazem.

Ao espelho meu corpo revela marcas e cicatrizes. Pequenas cicatrizes de acidentes e brincadeiras; as marcas são expressas ao longo de todo corpo; destacando-se na face; que sempre prefiro sorrir mesmo frente a situações estressantes na certeza que o máximo que ocorrera é irmos também dormir.

O tempo não me deixa esquecer que estou caminhando ao futuro. Que sou responsável em mudar parte da história daqueles que querem fazer laços comigo. Daqueles que quiseram desfazer, busco que minhas ações no mundo os alcancem em amor; continuo amando-os no meu coração não há espaço para rancor. Assim esvai o tempo.
.

2 comentários:

Anônimo disse...

Pois é... trocando em miudos, estamos envelhecendo, amadurecendo, nos tornando gente grande, responsáveis por seus atos e de certa forma, amparo para aqueles que tão amorsamente cuidaram de nós.
Eu só espero que como o vinho, quanto mais velho... melhor.
Sua irmã

Elda disse...

Pois; acredito que fique bem melhor que o vinho. Alguns do mundo já descobriram; outros ignoram outros são vitimas dos insensatos para ter esse conhecimento. Obrigada.