Pesquisar este blog

sexta-feira, setembro 19, 2008

ENSAIO

Abro a porta, retiro os sapatos; corro ao banheiro esvaziar a bexiga.
Estou emocionada! O palco é todo meu...
Ensaio vários atos!
- Executiva autoritária.
- A freira pecadora.
- A dona de casa.
- Aliança sem contrato.
- Entre dois amores.
- A poetisa fingidora.

Vários figurinos em pouco tempo,
tenho que dominar os atos; as cenas são rápidas.
Meu corpo é exposto a intervenção artística.
Pinturas, perfumes,
diversos pares de sapatos,
muitos manequins.
Nua, sem disfarce.

O tempo não espera. Todas as emoções a representar.
Tenho alguns coadjuvantes fixos,
outros temporários e os passantes.
Ensino-lhes os papéis;
tenho paciência...
Na hora da apresentação,
deverão estar perfeitos.

As portas do teatro abrirão.
A luz do sol será nosso holofote,
os expectadores não permitem erros.
É arriscado errar no espetáculo,
vamos ao primeiro ato.

Ato I - A poetisa fingidora

...
Elda Oliveira

4 comentários:

Anônimo disse...

Amei muito.... vc é mesmo fantástica!!!!

Elda disse...

Tudo depende de como a gente vê!

Anônimo disse...

É verdade mesmo!
Tudo depende de como a gente vê!
Com tantas personagens e uam atriz expecional, seja como for, o palco é todo seu... Brilhe muito!!!!

Elda disse...

Grazie!