Pesquisar este blog

domingo, junho 04, 2006

...

Eu vos desejo, e até mesmo só por isso... Talvez, eu vos ame!

Fidelidade, suor para tornar eternamente infinito.

És a imagem de um mundo para as alegres gaivotas e minuetos

Eu grito para ti!!!

Tu, gentil e galante.

Quanta docura penetra na alma. Graças a ti!

Tu não morrerás jamais... Tornas todas as coisas belas

Sabe atrair a atenção de todos com boas notícias

Passemos a noite alegremente com brisas gentis da primavera!

Vejamos o sol , as rosas e violetas,

Ouviremos pelo ar, saturado de perfume,

O eco dos versos dos pastores!

Oh, sussurro suave!

Amanhã estaremos longe!

Ah! Amanhã estaremos longe!

Perdão pelas minhas palavras e minha ousadia!

Sou mulher e sou curiosa.

Desejo ouvir de ti uma poesia.

Ah! A poesia e muito caprichosa tal como o amor!

Que palavras decifraria o amor?

As palavras dirão apenas o que sua boca traduz

Agora verás, que poema é a Palavra AMOR

Um dia, olhei o azul profundo do espaço

E sobre os prados repletos de violetas

O sol chovia seus raios e o mundo fulgurava de ouro

A terra parecia de um imenso tesouro

Servindo de cofre ao firmamento

Da minha face ao chão vinha uma caricia viva, um beijo

Gritei, tomado de amor

EU TE AMO... tu que me beijas

Divinamente belo.

Conheçes o Amor?

Amor, dom divino, não zombes dele

O amor é vida é alma do mundo!

E eu, todos os dias vos entrego palavras

Noite e dia trazemos nossos sonhos

Para não te envergonhares da solidão

Te fiz esses versos.

Um comentário:

Elda disse...

Adaptação de Andrea Chénier-