Pesquisar este blog

quinta-feira, abril 13, 2006

Liberdade

Sou forte como o beija flor
Fragil neste cidade de pedra
Cidade agitada de São Paulo
Sonhos coloridos as vezes sem cores
Esperando a esperança o inesperado
Falo e como falo
Sufocando o Silêncio de não te escutar
Solitária. Sonho.
Sonhos dourados difícil de fazer-te avistar
Fecho os olhos
Sinto a natureza me beijar
Assim como beija o beija flor

Sozinha assim como me vês
Noto o infinito
Não tenho mêdo de me arriscar
Se eu tivesse medo nunca voaria
Voar é a minha meta

Encontrei um porto seguro
Se não voâr ficarei olhando as paisagens
Olhando os passantes
A vida vai passando
O que eu quero?
O que todos querem.
Voar livre e feliz
Sonhar, construir castelos
Difícil. Sim difícil.
Nem todos têm a coragem de vôar.
Mas... é a vida...


Um comentário:

Elda disse...

Sono troppo felice perchè sei qui.
Davvero non avevo parole per dire niente.
Adesso so - Sono felice.
Grazie